O Imposto de Renda é um dos tributos mais importantes que todo contribuinte pessoa física ou jurídica, que atende os requisitos, deve cumprir corretamente com as suas obrigações. Como 2018 já se aproxima é importante que você se organize com calma para poder fazer o preenchimento correto e evitar problemas e atrasos. Se você tem dúvidas sobre o Imposto de Renda 2018 é só continuar comigo neste artigo.

Imposto de Renda 2018

Imposto de Renda 2018

Declaração Imposto de Renda 2018

O Imposto de Renda é de responsabilidade da Receita Federal, cujo órgão administra todo o processo, inclusive a fiscalização sobre as possíveis irregularidades.

Todos os anos, durante os meses de Março e Abril, homens e mulheres devem enviar à Receita a declaração que é um tipo de documento onde devem estar descritos todos os gastos, rendimentos e ganhos que você obteve durante o ano base como forma de comprovação que os mesmos surgiram de forma legal. Vale lembrar que a declaração do irpf 2018 é feita sobre os valores referentes ao ano base de 2017.

Quem deve fazer a declaração de Imposto de Renda 2018

  • As pessoas que devem obrigatoriamente fazer a declaração são as seguintes:
  • Contribuintes que receberam mais de R$ 28 mil no ano ou cerca de R$ 2.000,00 por mês;
  • Aqueles que tiveram rendimentos não tributáveis, ou seja, líquidos, com valor superior a R$ 40 mil;
  • Trabalhadores do campo que tiveram rendimento superior a R$ 128.308,50 ou o equivalente a pouco menos de R$ 12 mil;
  • Investidores da Bolsa de Valores (independente do valor, pois todos são tributáveis);
  • Produtor rural que não declarou no ano anterior, menos aqueles que ganham valor inferior a R$ 128 mil por ano;
  • Dono de terra ou imóvel, cujo valor do bem seja superior a R$ 300 mil.

Restituição Imposto de renda 2018

Restituição do Imposto de Renda

A restituição do imposto de renda é um direito que o contribuinte possui de receber do Leão o valor da declaração excedente. Para se ter ideia, ao fazer a sua declaração, o programa responsável faz as contas e quanto mais deduções você tiver (despesas médicas, dependentes e etc.) mais descontos receberá. No final se você for um dos milhares de brasileiros que terão direito a restituição receberá o dinheiro com a correção da taxa Selic.

Ao final de cada ano, o Governo divulga uma lista com o nome e a relação de contribuintes que deverão receber a restituição, a qual também é disponibilizada no site da Receita Federal (http://idg.receita.fazenda.gov.br/ ).

Imposto de Renda Pessoa Física e  Pessoa Jurídica

É importante lembrar que a Receita Federal tributa tanto Pessoas Físicas quanto pessoas Jurídicas, embora essa tributação ocorra de maneira diferentes.

Para pessoa física, o imposto de renda 2018 será cobrado de duas maneiras distintas: através do Imposto de renda Retido na Fonte (IRRF 2018) e através da declaração de ajuste anual do imposto de renda (DIRP 2018).

No primeiro caso, o Imposto de Renda será descontado diretamente da folha de pagamento do trabalhador, já no segundo, o imposto será cobrado anualmente sobre outros valores de renda que o trabalhador venha a ter durante o ano.

Já as pessoas Jurídicas – empresas, órgãos do governo, sociedades, partidos políticos, igrejas, etc – são cobradas do imposto de renda de maneira distinta: através do IRPJ 2018.

O Imposto de Renda Pessoa Jurídica 2018 é cobrado de empresas sobre os rendimentos mensais.

É impostante salientar que os rendimentos da empresa (pessoa Jurídica) e dos donos da empresa (Proprietário ou sócios) não são a mesma entidade, portanto os rendimentos da empresa não devem influenciar no valor de contribuição de pessoa física. Os rendimentos relativos à participação dos lucros de pessoa jurídica não são tributáveis pelo Imposto de Renda 2018 Pessoa Física, pois já foram tributados anteriormente pelo IRPJ.

Quem precisa declarar o Imposto de Renda 2018

Quem precisa declarar o imposto de renda 2018Apesar de ser um imposto que atinge grande parte dos brasileiros, nem todo mundo é obrigado a fazer a declaração do imposto de renda 2018 para a Receita Federal.

Apensa precisam declarar a renda os contribuintes que detém uma determinada quantidade de bens de direito, ou que tenham uma determinada renda.

Veja abaixo quais são os requisitos que uma pessoa precisa cumprir para ser obrigada a declarar o Imposto de Renda 2018. os requisitos abaixo valem para o ano base de 2017, e o contribuinte só precisa se enquadrar em um dos perfis para ser obrigado a declarar o imposto de renda:

  • Pessoa físicas que, durante o ano base, receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 28.123,91;
  • Pessoa físicas que, durante o ano base, receberam rendimentos não-tributáveis acima de R$ 40.000,00;
  • Pessoas físicas que tenha em sua posse bens de direito (inclusive terra nua) com valor superior a R$ 300.000;
  • Trabalhadores rurais que, durante o ano base, tenham arrecadado um valor superior a 140.619,55 provenientes da atividade rural;
  • Pessoas que tenham posse ou que tenham movimentado qualquer quantidade de bens móveis em bolsa de valores ou mercado de bens mobiliários.

Isenção Imposto de Renda 2018

Quem não precisa declara o imposto de renda 2018Apesar de o imposto de renda atingir boa parte da população, muitos brasileiros são isentos do pagamento do IRPF 2018, segundo norma da Receita Federal.

Os seguintes grupos de pessoas não precisam declarar o imposto de renda, ou são isentos do pagamento do IRPF da Receita Federal em 2018:

  • Trabalhadores com renda mensal de até R$ 1.903,98;
  • Trabalhadores cuja renda mensal seja proveniente de benefício previdenciário ou de reforma;
  • Pessoas portadores das seguintes doenças graves:
  1. Tuberculose Ativa;
  2. Paralisia Irreversível e Incapacitante;
  3. Neoplasia Maligna;
  4. Hepatopatia Grave;
  5. Nefropatia Grave;
  6. Hanseníase;
  7. Fibrose Cística (Mucoviscidose);
  8. Espondiloartrose Anquilosante;
  9. Esclerose Múltipla;
  10. Doença de Parkinson;
  11. Doença de Paget em estados avançados (Osteíte Deformante);
  12. Contaminação por Radiação;
  13. Cegueira;
  14. Cardiopatia Grave;
  15. Alienação Mental;
  16. AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida)

No caso das doenças citadas acima, será necessário obter laudo de médico oficial da União, do governo estadual ou do município atestando a presença da doença em questão.

O médio então vai gerar um laudo que deve ser apresentado a um posto de atendimento da Receita Federal, para que então seja gerada a isenção do imposto de renda 2018.

Tabela do Imposto de renda 2018

tabela Imposto de Renda 2018A tabela do imposto de renda 2018 é uma planilha divulgada pela Receita Federal com as informações das suas alíquotas, sendo estas atualizadas todos os anos. Como você pode observar na imagem abaixo, a porcentagem é realizada sobre a faixa salarial.

A tabela do imposto de renda 2018 ainda não foi divulgada, mas abaixo você pode conferir a tabela IRPF de 2017 para ter uma base das alíquotas cobradas:

Alíquotas Imposto de renda 2018

Tabelas do Imposto de Renda

Tabelas do Imposto de Renda

Em breve a Receita irá divulgar a tabela com as alíquotas anuais. Vale lembrar que a sua consulta é gratuita.

Como declarar o Imposto de Renda 2018

Como declarar o imposto de rendaPara fazer a declaração do imposto de renda 2018, o primeiro passo é realizar o download do programa IRPF 2018.

Existem 2 maneira principais para realizar a declaração: através do computador, pela versão para PC, MAC e linux, e através dos disnpositivos moveis, pelas versões para Android e iOS.

Programa Imposto de Renda 2018 para computador

O programa IRPF 2017 é disponibilizado pela própria Receita Federal. Para fazer o download do programa é só clicar neste link (http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/cidadao/irpf/2017/download) e escolher o tipo. Após baixa-lo é só juntar toda a documentação necessária e fazer a sua declaração pelo programa.

Download Programa IPRF 2018

Download Programa IPRF 2018

E, por fim, é importante ressaltar que a declaração do IRPF 2018 deve ser realizada até o dia 29 de abril de 2018. Então, marque na sua agenda para não se esquecer!

Programa Imposto de Renda 2018 para celular

Para realizar a declaração do imposto pelo Celular, o primeiro passo é baixar o app da Receita Federal:

Imposto de renda 2018 para celular

Imposto de renda 2018 para celular

  • Abra a loja de aplicativos do seu celular;
  • busque por “IRPF”;
  • baixe o aplicativo desenvolvido pela “Receita Federal do Brasil”
  • Após a instalação preencha os dados solicitados pelo aplicativo.

Como fazer a declaração do Imposto de Renda 2018

Após a instalação do programa do Imposto de Renda em seu computador, acesse o aplicativo e clique em “Nova Declaração”;

Declaração do Imposto de Renda passo a passo

Declaração do Imposto de Renda – Escolha entre Nova Declaração e importar Declaração

Caso você já tenha realizado a  declaração em períodos anteriores, você pode clicar em “importar dados IRPF 2017”, e apenas atualizar os valores inseridos em períodos anteriores, o que vai facilitar muito a declaração.

nova declaração imposto de renda 2018

Criando uma nova declaração Imposto de Renda 2018

No caso de nova declaração, clique em “declaração de ajuste anual” e preencha os dados na nova aba que abrir.

Na barra à esquerda do aplicativo, são apresentados vários comandos e opções de preenchimento que você usará como guia durante a declaração do imposto de renda 2018.

Preenchendo a declaração IRPF 2018

Preenchendo a declaração IRPF 2018

Será necessário preencher na declaração todos os seus bens de direito, rendimentos, e valores que você possua em contas bancárias, fundos de investimento, ou valores e rendimentos dos seus dependentes. As opções para preenchimento do imposto, que podem ser encontradas na barra lateral são:

  • Alimentandos;
  • Bens e direitos;
  • Dependentes;
  • Dívidas e ônus reais;
  • Doações efetuadas;
  • Espólio;
  • Importações;
  • Imposto pago/retido;
  • Pagamentos efetuados;
  • Renda;
  • Rendimentos;
  • Entre outras informações necessárias.

Após preencher todos os dados, acesse o resumo da declaração do imposto de renda 2018 e confira todas as informações inseridas para ver se não ficou nada de fora, ou se nenhum dado foi digitado incorretamente.

Checando a declaração do Imposto de renda 2018

Checando a declaração do Imposto de renda 2018

Como enviar a declaração do Imposto de renda 2018

Como enviar a declaração do Imposto de renda 2018

Além de apresentar todos os rendimentos e bens do contribuinte, o resumo do IRPF 2018 já vai indicar a quantidade de imposto a ser pago para a Receita Federal, e o valor da Restituição do Imposto de renda, se esse for o caso.

Caso você já tenha corrigido todos os erros apresentados pelo programa de ajuste anual, chegou a hora de entregar a declaração. Basta clicar em “Entregar declaração” na parte inferior da barra lateral à esquerda, e imprimir o recibo da declaração.

Restituição do imposto de Renda 2018

Restituição Imposto de RendaCaso o Programa de envio do IRPF 2018 tenha lhe apontado que você terá direito a receber restituição, isso significa que você  poderá receber parte do imposto pago à Receita Federal de volta, através da Restituição do Imposto de Renda 2018.

A restituição é paga em lotes, que são pagos de acordo com a ordem do envio da declaração para a Receita Federal, com exceção das descaração de aposentados, pensionistas e pessoas com doenças graves, que são priorizadas. Por isso, vale a pena se adiantar para ter direito a receber a restituição do imposto de renda 2018 logo.

Consulta restituição IRPF 2018

Se você tem direito á restituição, é possível consultar a data em que o pagamento será efetuado em sua conta bancária, através do portal da Receita Federal. para consultar a restituição do imposto de renda 2018, basta seguir esses passos:

Consulta Restituição Imposto de Renda 2018

Consulta Restituição Imposto de Renda 2018

  • Acesse o portal da Receita nesse link;
  • Preencha seu CPF;
  • Escolha o período da restituição;
  • Digite sua data de nascimento;
  • Digite o código da imagem;
  • Clique em “Consultar”

Caso sua restituição ainda não tenha sido divulgada, você pode conferir o calendário completo da restituição do Imposto de renda 2018 através do portal da Receita Federal através desse link.

Malha fina do Imposto de Renda 2018

No caso de erros de preenchimento, ou de informações desencontradas com os dados disponíveis pela Receita Federal, a declaração do Imposto de Renda 2018 poderá acabar caindo na Malha Fina do imposto de renda 2018.

Malha Fina Imposto de Renda 2018

Malha Fina Imposto de Renda 2018

Esse procedimento serve para apurar eventuais incorreções no preenchimento, ou tentativas de sonegar o imposto de renda, que pode eventualmente ocorrer. A malha fina é um procedimento demorado e burocrático, no qual o contribuinte pode acabar tendo que pagar multa caso sejam apuradas irregularidades.

Caso o cidadão perceba que enviou sua declaração do imposto de renda con incorreções, é fundamental que envie uma retificação do imposto de Renda 2018, um procedimento que pode evitar muta dor de cabeça.

Para saber se sua declaração caiu na malha fina 2018, o contribuinte tem duas principais opções:

  • Ligar para o número 146, para a central de atendimento da Receita Federal;
  • Consulte a Restituição de seu imposto de renda. Caso a restituição apareça no sistema, significa que você não caiu na malha fina, porém se você for avisado que existem pendencias em sua declaração, procure um contador e informe-se de como regularizar sua situação.
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...